Histórico

Mais do que números, um balanço social de 9 anos de ações

Desde que a Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp) assumiu a gestão da Maternidade Santa Isabel (MSI), em junho de 2012, a unidade hospitalar vem, sistematicamente, aperfeiçoando processos internos, protocolos e rotinas, com consequentes melhorias estruturais e assistenciais.

A aprovação vem das próprias usuárias do serviço que, ano a ano, sinalizam alta nos índices de satisfação, conforme demonstram as pesquisas realizadas pelo Serviço de Atendimento ao Usuário, com auditoria da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Em 2015 o índice foi de 93,5%; em 2016 94,2%; seguido de 94,8% (2017); 96,8% (2018) e 97,2% nos anos de 2019 e 2020.


“Notamos um crescimento nos índices de satisfação das mulheres que usam os serviços da Maternidade e isso se deve, com toda certeza, a um árduo trabalho em equipe no empenho em identificar falhas e corrigi-las”, observa Antonio Rugolo Jr., diretor executivo da Maternidade Santa Isabel e presidente da Famesp.

“A gestão que acreditamos envolve a participação das equipes em todos os processos; envolve investimento em educação permanente e, acima de tudo, envolve um mergulho nas políticas de humanização, sempre visando ao bem-estar de pacientes e profissionais e a uma assistência de qualidade, mesmo diante das adversidades econômicas”, completa Rugolo Jr.

 

destaques | Melhorias estruturais

- Reforma e ampliação da Maternidade Santa Isabel. Com investimentos em torno de

R$17 milhões a reforma contemplou toda a estrutura física, hidráulica e elétrica, além da construção de um novo bloco com novas áreas de almoxarifado, serviço de nutrição e dietética, refeitório, necrotério, entrada de funcionários, centro cirúrgico e central de materiais esterilizados. A entrega da Reforma e Ampliação da Maternidade Santa Isabel foi realizada em 2018, com nova área de Pronto Atendimento, novo Centro de Parto Normal composto por 5 suítes com camas específicas para o Pré-Parto, Parto e Puerpério. Também encontra-se em uso as novas instalações do novo Centro Cirúrgico da unidade  que passou a contar com 4 salas, além de uma área de recuperação anestésica mais ampla, com 5 leitos e equipada com monitoramento eletrônico de sinais vitais.

 

- Reestruturação do ambulatório de prematuridade: A Maternidade Santa Isabel mantém um ambulatório de pediatria destinado especificamente ao atendimento de pacientes nascidos prematuramente, onde a equipe médica acompanha o desenvolvimento deste bebê até que seu desenvolvimento se iguale ao de uma criança nascida a termo. Com o processo de reestruturação deste atendimento, o ambulatório, que antes atendia de forma única foi dividido em duas modalidades de atendimento: O ambulatório de Pós Alta, que recebe pacientes em seus primeiros dias de vida para checagem de ganho ponderal e atualização clínica e o ambulatório de Pediatria da prematuridade, para aqueles que necessitam de acompanhamento em virtude de baixo peso ou de patologias associadas à prematuridade ou à permanência prolongada em ambiente hospitalar. (referência regional em atendimento especializado);


- Investimentos na modernização do parque tecnológico da unidade.

- Aquisição de Ambulância UTI completa com recursos provindos da Secretaria de Estado da Saúde (emenda parlamentar Deputado Pedro Tobias). Ao todo, graças ao empenho da Famesp, entre 2012 e 2020, a Maternidade foi contemplada por sete emendas parlamentares, totalizando investimentos de R$1,7mi usados para aquisição e custeio de materiais e equipamentos médico-hospitalares;


- Substituição de 90% do mobiliário antigo;


- A Maternidade Santa Isabel já está utilizando a nova Central de Materiais Esterilizados. Completamente reformulada, climatizada e com novos equipamentos, a unidade já atende a 100% da demanda gerada pela unidade;


- Um novo Pronto Atendimento: a partir de 2016, as pacientes passaram a contar com atendimento em novo prédio com 2 consultórios médicos, sala de acolhimento, sala de emergência e sala de cardiotocografia, além de recepção e banheiros com acessibilidade.

 

- Em 2018, houve reabertura do Ambulatório de Laqueadura – Planejamento Familiar, após recredenciamento junto ao Ministério da Saúde.

 

- Em 2019 houve investimentos nas salas de Centro de Parto normal, que passaram a contar com a oferta de todos os métodos não farmacológicos para alívio da dor: bola de pilates, banqueta, escada de ling, colchonete, cavalinho, banheira (em 1 unidade) e piscinas infláveis (nas 4 demais salas).


- Ainda em 2019 também foram iniciadas as atividades da sala de coleta de leite humano, completamente equipada e com quadro funcional para orientação e assistência às puérperas que necessitam do serviço. Como resultado inicial, foi possível ampliar a captação de leite humano em pelo menos 300%.


- Em 2020, houve adequação no Centro de Parto Normal e foi disponibilizado para o setor um aparelho de anestesia. Quando necessário, está sendo fornecida analgesia adequada ao trabalho de parto.


destaques | Melhorias assistenciais

- Implantação do protocolo de atenção neonatal, com testes como da linguinha, coraçãozinho, ouvidinho e olhinho;


- Implantação do Protocolo de Manchester para classificação de risco no Pronto Atendimento (investimento na segurança do paciente)

- Adesão ao Projeto da Rede Cegonha do Ministério da Saúde, visando atender os conceitos de humanização na assitência ao parto e puerpério.

- Individualização dos leitos do pré-parto de modo a permitir a entrada de acompanhante no Pré-Parto e Pós-Parto, em cumprimento à lei 13.069/08, de 12/06/08 (não cumprida em gestões anteriores);


- Ingresso no Projeto Parto Adequado do Ministério da Saúde, ANS e MSD

- Uso de redinhas: o método foi implantado na UTI Neonatal e UCI e traz mais comodidade aos bebês ajudando na melhoria da qualidade da estadia do recém-nascido durante a internação;


- Em 2018, a Maternidade Santa Isabel foi reconhecida como referência em Humanização no parto e nascimento pelo Núcleo Técnico de Humanização da SES-SP.


- Banho no balde: implantada no Alojamento Conjunto, UTI Neonatal e Unidade de Cuidados Intermediários no início de 2015, a ação tem por finalidade reproduzir durante o banho do recém-nascido um ambiente aconchegante que o remete ao útero da mãe. O resultado é um banho mais tranquilo, bebê mais calmo e uma recuperação mais rápida.


- Os horários de visita da UTI Neonatal foram ampliados, visando uma maior proximidade dos recém-nascidos e seus pais nesse momento tão delicado.

 

- Instalação da Sala de Vacinas no Alojamento Conjunto com cumprimento de 100% nas aplicações de BCG nos recém nascidos.


- Criação de um Departamento de Qualidade, com foco em ações de padronização de processos e fluxos e implantação dos protocolos operacionais.


- Implantação  de  fluxo  de  gestão de  suprimentos  focado  na  utilização  racional  e direcionada de materiais médicos, valorizando o uso racional e controlado do erário público, com prestação de contas via portal de gestão da SES.


- Em agosto de 2018, a Maternidade Santa Isabel iniciou a visita aberta no Alojamento Conjunto e Clínica Obstétrica possibilitando a entrada de visitantes nas 24 horas do dia.

 

- Ainda em agosto de 2018, a Maternidade Santa Isabel também iniciou a visita monitorada nas unidades do Alojamento Conjunto, Clínica Obstétrica, Unidade de Cuidados Intermediários e Unidade de Terapia Intensiva. A criança menor de 12 anos poderá visitar a mãe ou o irmãozinho que estão internados desde que esteja acompanhada por um responsável maior de idade, com permanência de 1 hora, no horário das 07h às 20h.

- Em 2019 a Maternidade Santa Isabel foi reconhecida pelo Núcleo Técnico de Humanização como maternidade apoiadora de processos assistenciais e de humanização e passou a compor um grupo com mais 7 unidades do Estado com foco no fomento e disseminação de boas práticas no parto e nascimento. Em abril, setembro e dezembro de 2019, os profissionais da Maternidade Santa Isabel participaram do Encontro de Maternidades Apoiadoras, cujo objetivo é referenciar as maternidades que possuem uma rotina de humanização mais amadurecida para servirem de apoio matricial às demais unidades do estado. Em todo estado de São Paulo apenas oito instituições receberam esse título.

 

- Ensaios Newborn e mostra fotográfica: com a participação de voluntários, a Maternidade Santa Isabel criou um acervo de ensaios newborn a partir de fotos feitas semanalmente pela fotógrafa voluntária Denise Joaquim. Mais de 50 pares de mães e bebês já tiveram cenas de afeto e carinho eternizadas pelas lentes da voluntária.

 

- Alta qualificada: A iniciativa tem por objetivo identificar os recém-nascidos que podem receber alta responsável (qualificada) a partir de 24 horas de vida, conforme estabelecido em protocolo institucional, baseando-se nos critérios do Ministério da Saúde. UM encontro virtual sobre o tema foi realizado no dia 23 de junho de 2020.

 

- Torna-se unidade de passagem para gestantes com Covid-19, servindo de porta de entrada para o serviço de referência;

 

destaques | Valorização do capital humano


-
Criação do setor de Educação Continuada da Maternidade Santa Isabel, somando quase 3 mil horas/homem de treinamentos efetivados somente entre 2017 e 2020. O setor contribui para o aprimoramento dos colaboradores,  visando mais efetividade nos resultados assistenciais.


- Em 2017, a Maternidade passou a contar com sala de treinamentos. Um espaço não disponível anteriormente e criado exclusivamente para o favorecimento de atividades educacionais dentro da instituição. O local deve ser equipado com instalação dos equipamentos audiovisuais em breve.

 

- Incentivo à participação de funcionários em congressos especializados e cursos de capacitação  na  Secretaria  de Estado  da  Saúde  e  CQH - Compromisso  com  a  Qualidade Hospitalar;

- Capacitação da equipe de assistência obstétrica no ALSO® - Suporte Avançado de Vida em Obstetrícia.


- Capacitação de profissionais de saúde em reanimação neonatal. O curso foi organizado pela equipe de pediatria da Maternidade Santa Isabel e tem como público-alvo os médicos e equipe assistencial da unidade.

 

- A equipe da Maternidade participou de capacitação do método canguru. Com aulas teóricas e práticas, o curso aconteceu na cidade de Botucatu e envolveu médicos, enfermeiros, fisioterapeuta e nutricionista da instituição.

 

- Houve capacitação de enfermeiras no curso de inserção de Cateter Periférico – PICC, que habilitou profissionais da UTI-Neonatal, UCI (Unidade de Cuidados Intermediários) e Alojamento Conjunto para realizar o procedimento nas unidades.

 

 

destaques | Maternidade & comunidade


- A partir de 2015, a Maternidade passou a promover campanhas e eventos de conscientização, de humanização e eventos científicos em sua área de atuação, tais como “Encontro de Neonatologia”, “Encontro Regional de Maternidades”, “Atualização em obstetrícia”, entre outros. Humanização do parto e do nascimento e prevenção da mortalidade materna também foram temas discutidos em evento promovido pela MSI, reunindo profissionais de diversos hospitais do Estado de São Paulo. A ação possibilitou a formação de uma rede estadual de apoio matricial.


- Em 13 de julho de 2020 o Serviço Social da Maternidade Santa Isabel participou da reunião com o Grupo Técnico de Humanização com o intuito de estreitar as relações e o cuidado com as gestantes em vulnerabilidade social. A proposta é trabalhar junto com o município para que a assistência a essas mulheres seja prestada de acordo com sua situação de vida, um exemplo disso é o consultório de rua que atende usuárias que não têm residência e oferece a assistência pré-natal. Em contrapartida a MSI é informada desses casos e ao chegar para atendimento o Serviço Social dá continuidade nesse acompanhamento. 


- Curso para Pais aberto à população. Com vagas ampliadas a partir de 2014, até 2020 o curso teve 74 edições e acolheu 990 participantes, incluindo as futuras mamães, pais e acompanhantes.

- Recepção das parturientes que se interessem em conhecer a estrutura da Maternidade antes do parto, no total de mais de 700 visitantes entre 2017 e 2020;
 

- Recepção dos gestores de Saúde da região para estreitamento da relação prestador x favorecido.

- Promoção do evento “PrevenAção Saúde da Mulher da Maternidade Santa Isabel”. Com primeira edição em 2015, o evento tem a colaboração de ginecologistas, nutricionista, enfermeiros e técnicos de enfermagem, promovendo consultas médicas, originando pedidos para realização de mamografia, ultrassonografias e encaminhamentos para especialidades. Realizado por três anos consecutivo atendeu quase 200 mulheres da comunidade de Bauru e região.

 

- Campanha Aqueça quem está chegando: iniciada em 10 de abril de 2015, a campanha visa arrecadar roupinhas (macacão, body, pagão e mijão para meninos e meninas), cobertores e fraldas. Todas as doações são destinadas a bebês recém-nascidos na Maternidade cujas mães estejam em situação de vulnerabilidade social.


- Criação de Fan Page na rede social Facebook® e criação de site oficial (www.msi.famesp.org.br) ampliando o diálogo com pacientes e sociedade;


  • Evolução dos leitos instalados e produção assistencial:

 

2012 (INÍCIO)

2021 (ATUAL)

LEITOS OBSTÉTRICIA

42

50

LEITOS CLÍNICA CIRÚRGICA

03

03

LEITOS PRÉ PARTO

05

04

LEITOS CPN

00

05

LEITOS UTI NEONATAL

10

17

LEITOS UCI

11

10

LEITOS CANGURU

00

05

LEITOS OBSERVAÇÃO

00

03

LEITOS RPA

04

05

SALAS CIRÚRGICAS

03

04

INTERNAÇÕES POR MÊS

393

561

EXAMES MAMOGRAFIAS EXTERNOS POR MÊS

260

357

EXAMES DE ULTRASSONOGRAFIAS EXTERNAS POR MÊS

166

319

CONSULTAS DE AMBULATÓRIO POR MÊS

170

260

CONSULTAS DE PRONTO ATENDIMENTO POR MÊS

1300

1480

FUNCIONÁRIOS

284

499

COMPUTADORES

04

97

QUARTOS COM AR CONDICIONADO

00

26

* Obs: Em 2012 nenhum leito estava credenciado no Ministério da Saúde.

 

Hoje, todos estão regularizados e credenciados com seus respectivos equipamentos junto ao Ministério e disponível no CNES:

- UTI Neonatal;

- UCINco;

- UCINca;

- Leitos GAR;

- SDM;

 

Total Geral de recursos investidos na MSI: R$28.611.310,96

 

CONSOLIDADO MSI 2012 -2021

INTERNAÇÕES

2012

2013

2014

2015

2016

2017

2018

2019

2020

2021*

TOTAL POR ANO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CLÍNICA CIRÚRGICA

142

259

325

251

388

358

314

340

442

126

2945

OBSTETRÍCIA (CLÍNICA E PARTOS)

2404

4735

4200

4858

4776

4860

4814

4732

4688

1534

41601

PEDIATRIA

202

300

328

809

919

1154

1460

1543

1455

564

8734

TOTAL DE INTERNAÇÕES

2748

5294

4853

5918

6083

6372

6588

6615

6585

2224

53280

                       

CIRURGIAS GINECOLÓGICAS

142

259

325

251

388

358

314

340

442

126

2945

                       

CONSULTAS DE PRONTO ATENDIMENTO

8368

16935

17924

19617

20707

19913

20581

20219

18053

5913

168230

                       

AMBULATÓRIO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CASOS NOVOS

258

542

585

600

944

797

377

367

412

174

5056

INTERCONSULTAS

130

430

735

481

708

1078

1254

1217

1125

483

7641

RETORNOS

112

567

634

429

694

638

622

546

691

272

5205

TOTAL DE ATENDIMENTOS

500

1539

1954

1510

2346

2513

2253

2130

2228

929

17902

                       

CONSULTAS PROF. NÃO MÉDICOS

522

1050

1060

1076

955

1368

992

1138

585

232

8978

                       

MAMOGRAFIAS

521

4628

4044

4260

4321

4284

4174

4973

3949

1428

36582

ULTRASSONOGRAFIAS

1001

3599

3937

3788

3565

3771

3636

3625

3896

1278

32096

TOTAL DE EXAMES EXTERNOS

1522

8227

7981

8048

7886

8055

7810

8598

7845

2706

68678

                       

TOTAL DE PARTOS

1622

3167

3287

3494

3282

3429

3450

3492

3571

1222

30016

PARTOS CESÁREA

776

1500

1587

1605

1438

1578

1534

1452

1613

478

13561

PARTOS NORMAIS

846

1667

1700

1889

1844

1851

1916

2040

1958

744

16455