78

Maternidade Santa Isabel celebra 10 anos de Famesp em evento com autoridades de Bauru e região

- Cadastrada em: 02/06/2022, Ronaldo Diegoli, ACI-Famesp

Gestores e funcionários da Maternidade Santa Isabel (MSI), autoridades municipais e estaduais dos poderes executivo, legislativo e judiciário de Bauru e região, voluntários e colaboradores estiveram reunidos em um evento que marcou os 10 anos de gestão da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp) na unidade. A cerimônia foi realizada no hall de entrada, nesta quarta-feira (01/06). O apoio da comunidade e da classe política que “abraçaram” a instituição nesse período, a assistência humanizada e a dedicação no trabalho dos cerca de 440 funcionários estão entre os pontos fundamentais para o salto de qualidade na assistência e também no volume de atendimentos.

Confira a cobertura fotográfica 

O presidente da Famesp, Antonio Rugolo Junior (foto abaixo), destaca que a classe política tem colaborado com investimentos, destinando emendas e recursos que ajudam a viabilizar os projetos. “Por meio dessas verbas, conseguimos colocar em prática ações importantes na Maternidade, e além de oferecermos assistência humanizada no parto, vamos um pouco além, com ações sustentáveis, soluções para um melhor planejamento familiar das nossas pacientes, como a oferta de métodos contraceptivos de forma criteriosa para mulheres, e soma-se a tudo isso o perfil qualificado dos nossos funcionários para uma boa gestão”, explica.

Após a abertura da cerimônia pelo presidente da Famesp, discursaram o diretor administrativo da Maternidade, Adilson Zamarin, e a diretora técnica,Vera Therezinha Medeiros Borges. Em seguida,  fizeram pronunciamentos o médico Pedro Tobias, um dos mais experientes funcionários da MSI, o deputado estadual Reinaldo Alguz, o Coronel Aírton Martinez, representando o deputado federal Capitão Augusto, Fernando Henrique de Paula Pugas, farmacêutico, representando a diretora técnica do Departamento Regional de Saúde (DRS-VI), Fabíola Leão Soares Yamamoto, a prefeita de Bauru, Suéllen Rosin, a secretária municipal de saúde, Alana Trabulsi Burgo, o vereador Guilherme Berriel, vice-presidente da Câmara Municipal de Bauru, o vereador Eduardo Borgo, vereador e presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Bauru, o secretário de saúde de Lençóis Paulista, e Ricardo Conti Barbeiro, representando as demais secretaria de saúde da região. O trabalho desenvolvido pelos grupos de voluntários, e também por aqueles que ajudam individualmente, de grande relevância nas conquistas da Maternidade Santa Isabel (MSI), foi representado pelos pronunciamentos de Neide Garcia Naves Mieli, coordenadora do Grupo Amarelinhos que há 22 anos atua na Maternidade e há 26 presta serviço voluntário nas unidades de saúde de Bauru, e de Enilson Komono, promotor do Ministério Público do Estado de São Paulo, representando o projeto Cegonha.

Em um vídeo especial sobre os 10 anos de gestão da Famesp na Maternidade foram reunidos depoimentos dos gestores e números de nascimentos por cidade abrangida, entre outras informações importantes sobre a instituição, apresentadas aos presentes.

Para prestigiar e homenagear todos os funcionários da Maternidade, especialmente os 127 profissionais que integram o quadro de colaboradores desde o início da gestão, em junho de 2012, foram entregues placas de homenagem a 12 colaboradores que representaram os demais colegas no evento. A entrega foi realizada por integrantes da Comissão Organizadora dos 10 anos da Famesp na MSI.

Durante o mês de junho, uma série de ações e eventos sobre o tema estão programados, como o incentivo na utilização da hashtag #eusou10 em postagens relacionadas à MSI e a entrega de souvenirs  a colaboradores, pacientes e acompanhantes. Também foram afixados banners na fachada da unidade com números de atendimentos, consultas, exames e cirurgias.

Entre as autoridades participantes do evento estão Deborah Rosa, diretora executiva do Hospital Estadual de Bauru, Sidnei Lastória, superintendente administrativo da Famesp, Ricardo Conti Barbeiro, secretário de saúde de Lençóis Paulista, Vera Therezinha de Medeiros Borges, diretora técnica da Maternidade Santa Isabel (MSI), Antonio Rugolo Junior, presidente da Famesp, Adilson Zamarin, diretor administrativo da MSI, Suéllen Rosin, prefeita de Bauru, Coronel Aírton Martinez, Tânia Cristian Fruchi, assistente parlamentar, Reinaldo Alguz, deputado estadual, Alana Trabulsi Burgo, secretária de saúde de Bauru, e Enilson Komono, promotor público do Estado de SP.

Na ponta do lápis

A Maternidade Santa Isabel realiza, por mês, aproximadamente 300 partos, 1.685 consultas no pronto-atendimento, cerca de 520 internações, 270 consultas ambulatoriais e mais de 715 exames.

De 2012 a 2021, a Maternidade Santa Isabel já realizou mais de:

- 55 mil internações

- 32 mil partos

- 38 mil mamografias

- 178 mil consultas de Pronto Atendimento

- 25 mil consultas ambulatoriais

- 73 mil exames

- 3 mil cirurgias ginecológicas

Algumas conquistas da MSI em 10 anos

Hoje, após 10 anos, a Maternidade é referência em humanização no parto e nascimento, tem um título de Hospital Amigo do Meio Ambiente, emitido pela ONG Hospitais Saudáveis, integra o projeto Parto Adequado, do Ministério da Saúde, e conta com a credibilidade da sociedade organizada que não mede esforços para contribuir com ideias e projetos de melhorias. A equipe que antes era formada por 212 pessoas, em 2012, hoje conta com 435 funcionários, numa área física totalmente reformada, climatizada, com equipamentos de ponta e investimentos em ensino e pesquisa. 

 

Sobre a MSI

Com mais de três mil metros de área construída, a Maternidade Santa Isabel oferece serviços materno-infantis para 17 municípios da microrregião, com população estimada em 601.360 habitantes. Hoje, a MSI tem capacidade total de 80 leitos, com uma taxa de ocupação mensal de 83%, em média. A unidade é a única maternidade pública que presta atendimento a gestantes e recém-nascidos em Bauru e é referência para partos de alto risco para gestantes de outras 17 cidades. Por dia são realizados de dez a 12 partos, sempre com foco no parto humanizado e na modalidade normal e/ou natural como primeira escolha. Saiba mais: https://msi.famesp.org.br/

Ações da Maternidade por mamães e bebês

> Rede cegonha

> Parto adequado

> Humanização na assistência

> Trabalho Multidisciplinar da Equipe Assistencial UTI neonatal

> Cursos de Reanimação Neonatal

> Banco de leite

> Oferta de métodos anticoncepcionais no pós-parto (implanon)

> Aborto legal
...........................................................
MATERIAL RELACIONADO: 
CADERNO ESPECIAL 10 GESTÃO DE GESTÃO FAMESP - JORNAL DA CIDADE, 31/5
GALERIA DE FOTOS - 01/06/2022