Banho de balde traz conforto a recém-nascidos

ACI-Famesp

Com a ideia de manter o bebê numa situação similar à que experimentou no útero, com pernas e braços encolhidos e submerso do pescoço para baixo, o banho de balde tem feito sucesso entre as novas mamães. Isso porque o bebê usufrui da água morna por mais tempo, o que tem efeito terapêutico e relaxante. Intensificando medidas de humanização hospitalar, a Maternidade Santa Isabel, localizada em Bauru, sob gestão da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), inseriu o banho de balde em sua rotina, desde dezembro de 2014, oferecendo esse benefício aos recém-nascidos. Confira, a seguir, um bate papo sobre o assunto com a médica neonatologista Nadja Guazzi Arenales Alves:


Como o banho de balde está inserido na rotina da Maternidade Santa Isabel?

O banho de balde já está sendo realizado nos bebês da Unidade Neonatal da Maternidade e no alojamento conjunto. Sempre que possível, ensinamos as mães a darem os banhos em seus filhos. Na Unidade de Cuidado Intermediário, a Maternidade tem direcionado esforços para que tomem banho de balde todos os bebês prematuros cujas condições clínicas permitirem banhos de imersão.

O balde é mais um recurso para reproduzir a ideia do conforto do útero? Qual a explicação técnica para o seu uso?

Utilizando o balde, o recém-nascido tem a sensação de encostar nas paredes dele e fica menos solto do que em banheiras grandes. Com isso, fica mais organizado, sentindo-se seguro e mais calmo.

Ele virou moda em fóruns de mães de primeira viagem. Todas querem saber os benefícios e possíveis riscos do banho no balde. Esse recurso é recomendado para recém-nascidos até quantos meses?

Não existe idade máxima para o banho de balde. Ele pode ser feito enquanto for confortável para o bebê. O importante é sempre estar por perto, nunca deixar a criança sozinha e dar atenção especial para o posicionamento da cabeça e pescoço. Em recém-nascidos é fácil lembrar disso, mas mesmo as crianças que conseguem ficar sentadas devem sempre ser acompanhadas. 

Existe uma temperatura ideal para a água?

A pele dos bebês é mais sensível do que a nossa, portanto, a água deve estar morna. As mamães devem utilizar a parte anterior do antebraço e o cotovelo para sentir a temperatura da água durante alguns segundos. Mas, se quiser ser mais exato, existem termômetros próprios para aferir a temperatura desta água, que deve estar em torno de 36-37°C. O importante é nunca adicionar água ao banho com a criança dentro do balde ou banheira, pois isso pode causar queimaduras indesejadas ou esfriar demais e o bebê passar frio!

Há um horário que o banho no balde é mais recomendado?

Os melhores horários são os menos frios. Além disso, não se recomenda nem dar o banho logo após as mamadas e nem com o bebê faminto. Evite também correntes de ar que aumentem a perda de calor pela criança. O banho, no primeiro mês de vida, pode ser realizado somente três vezes por semana. Se estiver muito calor, pode-se banhar o bebê diariamente, para alívio.

O balde original é o tummytub, que chegou ao Brasil em 2012. Existe alguma recomendação para um balde especial ou qualquer balde de tamanho adequado é indicado?

Existem diversas marcas atualmente no mercado para a realização dos banhos de balde. A compra dos baldes específicos para banho é justificada, pois eles ficam mais firmes em sua base de apoio (que pode ser inclusive antiderrapante) e não apresentam arestas nem em seu interior nem no exterior. A presença de alças para carregar estes baldes e, em alguns casos, a base mais pesada, também são pontos positivos.

Quais os passos que a mãe deve seguir para dar esse banho?

Em primeiro lugar, separe tudo que vai precisar: o balde (para o banho) e toalha com capuz, fralda e troca de roupa (para depois dele).

Encha o balde com água suficiente para o bebê ficar apoiado no fundo e submerso até o pescoço, somente com a cabeça de fora. Neste momento, verifique a temperatura da água. Durante o primeiro mês de vida, utilize somente água morna pura. Não é indicado o uso de sabonete e xampu no período neonatal, pois estes produtos podem ressecar demais a pele do bebê.

Em seguida, se necessário, a mãe deve realizar a higiene íntima com algodão embebido em água morna, sempre do genital em direção ao ânus.

Depois da higiene, a criança deve ser colocada na água, com pescoço e cabeça apoiados, observando se ela está submersa até o pescoço. Mantenha sempre uma das mãos segurando a criança. Aproveite este momento para conversar com o bebê, cantar, enfim, torne o banho relaxante e divertido! A duração do banho depende muito de cada bebê, mas, em média, é de 15 a 20 minutos.

Terminado o banho, retire o bebê da água e seque-o, começando pela cabeça, depois em direção às pernas e pés. 
.....................................

A Agência Internacional de Notícias RUPTLY filmou o trabalho e nos autorizou a compartilhar com você. Confira aqui.
 

_________________________

Gostou da pauta? Quer entrevistar a médica e ampliar o assunto? Quer registrar um banho de balde na Maternidade Santa Isabel? Quer mais opções de fotografias? Fale com a equipe da ACI-Famesp: imprensa@famesp.org.br
14 9 9781-1187 // 9 9818-0623